Exames para Disfunção Erétil (impotência)

Hoje sabemos que as causas da disfunção erétil podem ser psicogênicas ou orgânicas e identificar os motivos vai depender de uma conversa com o paciente. Boa parte do diagnóstico pode ser conseguido com base nessa conversa e com exames físicos, se chega mais facilmente a um resultado.

Os exames psicológicos são de extrema importância, pois com eles é possível que o homem se manifeste e consiga dar o primeiro passo para conseguir ajuda.

Porém, existem exames complementares que podem auxiliar bastante a identificar os motivos da impotência e assim encontrar uma solução. Conforme o tipo da queixa do paciente é que será determinado qual exame é mais indicado para cada diagnóstico. Portanto se você ultimamente está tendo problemas ou com medo de ficar com pau mole veja quais são os mais comuns.

Exames laboratoriais

Os exames laboratoriais também chamados de exames de sangue vão avaliar os níveis de colesterol, glicose e hormônios. Quando ocorre qualquer interação é um indicativo de que existe algum problema e que ele pode ser a causa da disfunção erétil.

Além desses exames que avaliam o funcionamento do organismo, é comum que junto com eles o médico solicite o PSA. Esse último é usado para identificar se existe a presença de câncer de próstata e deve ser feito juntamente com o exame de toque retal que permite um diagnóstico mais preciso.

Teste de ereção

Esse é um exame realizado no próprio consultório e indicado para os paciente que já não mais responde aos comprimidos que auxiliam na ereção. Esse teste visa graduar a disfunção erétil e vai aplicar no pênis substâncias vasodilatadoras que podem contribuir com a ereção.

Testes físicos

Eles também visam descobrir se estão ocorrendo ereções involuntárias, sendo também chamado de teste de intumescência peniana noturna. A realização é feita com a colocação de dois anéis conectados a eletrodos no pênis que vai medir as ereções noturnas. Ele permite saber o fluxo sanguíneo no local e vai classificar as ereções.

Padrão ouro

Essa é a avaliação mais indicada para a disfunção erétil, pois avalia a circulação peniana e vai identificar problemas relacionados a distúrbios arteriais, como escape venoso. Ele é chamado de Eco Doppler do pênis com fármaco ereção.

Esse é um exame de imagem também chamado de ultrassom que mede o fluxo arterial da artéria cavernosa e descobre se existe alguma obstrução nas artérias. Quando existe alguma obstrução arterial, o fluxo sanguíneo fica comprometido e isso impede que ocorra a ereção uma vez que ela depende da irrigação sanguínea.

Ele também verifica se o sangue está saindo muito rapidamente do pênis, o que é chamado de escape. O exame de Eco Doppler é realizado no próprio consultório e vai avaliar a disfunção erétil e que vai auxiliar na escolha do tratamento.

Existem diversos testes que podem ser realizados para diagnosticar os motivos da dificuldade de ereção, e todos eles devem ser realizados por um médico. Por isso, o primeiro passo para conseguir identificar o motivo e assim começar o tratamento mais adequado é buscar ajuda médica.

Aproveite para ver esse vídeo: